Portal G8
Jornalismo com ética e credibilidade

Aparição de Matheus com Ruy em procissão aponta para troca de partido em Bananeiras/PB

A política é mesmo dinâmica e imprevisível, assim como o tempo, dias ensolarados podem se transformar em torrenciais em questão de minutos, porque não dizer, segundos.

Na política de Bananeiras, importante cidade do brejo paraibano, o jovem Matheus Bezerra, parece está mudando do velho MDB para o ninho tucano, pelo menos foi o que deixou transparecer quando apareceu na última segunda-feira (06) ao lado do Deputado Ruy Carneiro, Presidente Estadual do PSDB, na tradicional Procissão de Reis.

Fontes ouvidas pelo ExpressoPB.net, afirmaram que Matheus estaria descontente com a falta de uma política estratégica de crescimento partidário do MDB estadual e que em meados de 2019, o ex vice prefeito bananeirense já dava margem para a possibilidade de mudança de partido, ao dizer que decidiria com sua base por qual legenda seria candidato a prefeito.

Diferente do MDB, os tucanos parecem está trabalhando para consolidar o maior número de candidaturas possíveis nas eleições deste ano, daí a investida do deputado Ruy Carneiro, como membro da alta cúpula do PSDB estadual, trabalhar para fortalecer suas bases.

Diante do que se viu entre Matheus e Ruy, parece que a parceria entre eles está celada, o que leva a crer que realmente o filho de Adriano Bezerra se filiará ao PSDB

Confirmando-se as previsões, o deputado federal Gervázio Maia, votado por Matheus e seu grupo na eleição de 2018, perde importante base eleitoral.

No mesmo evento, outra surpresa aconteceu no trajeto da procissão, o encontro carregado de confidências, risadas e abraços entre o ex vice-prefeito Matheus Bezerra e o vereador Douglas Bubu. Nos bastidores, falou-se até em uma possível chapa com Matheus e Douglas, o Bubu, pelas oposições. Indiscutívelmente, um dos assuntos mais comentado no pós Festa de Reis em Bananeiras.

O ExpressoPB.net continua atento a movimentação política nos bastidores dos municípios paraibanos com vista as eleições de 2020.