Portal G8
Jornalismo com ética e credibilidade

Daniella defende doação do fundo eleitoral para combate ao coronavírus

A senadora Daniella Ribeiro (Progressistas) defendeu nesta segunda-feira (23) a doação do Fundo Eleitoral de Financiamento de Campanha e do Fundo Eleitoral de Assistência Financeira aos Partidos Políticos para o Sistema Único de Saúde (SUS). O objetivo é que os recursos sejam encaminhados para o combate ao novo coronavírus no país, como forma de reforçar a estrutura dos hospitais que recebem os pacientes com suspeitas ou confirmação da doença.

Daniella defende a ideia apresentada pelo presidente nacional do Progressistas, Ciro Nogueira, da importância da doação no valor de R$ 2 bilhões do Fundo Eleitoral e ainda a economia de mais R$ 2 bilhões, se as eleições deste ano forem adiadas.

“O momento agora é de priorizar e discutir soluções para a área da saúde. A prioridade é a saúde dos brasileiros, tendo em vista a pandemia do novo coronavírus que tem aumentado no nosso país. Em um segundo momento, viria a discussão sobre o adiamento das eleições. Se tiver adiamento, precisa ser bem planejado”, declarou a senadora.

Hospitais de campanha
Daniella também apresentou a proposta de abertura de quatro hospitais desativados em João Pessoa para servirem de hospitais de campanha para combate ao novo coronavírus. No domingo (22), o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, acatou o pedido e anunciou a abertura de dois hospitais através de decreto municipal. São eles: o Hospital de Traumatologia e Ortopedia da Paraíba (HTOP), em Tambiá, e do Hospital 13 de Maio, no Jardim 13 de Maio.

“Nesse momento delicado e de necessidade do apoio mútuo, espero que o Governo do Estado também se mobilize e atenda ao apelo que fizemos, junto à classe médica, de reabrir hospitais desativados para aumentarmos a estrutura e enfrentarmos essa pandemia mundial, que infelizmente vem se alastrando também pelo Brasil”, afirmou a senadora. “É imprescindível que o Governo analise de forma técnica a possibilidade de também implantar novas unidades de apoio e prevenção. Não podemos esperar que as coisas se agravem para depois agir”, destacou.

Daniella, no início da semana passada, após conversa com o médico Ronald Farias, propôs a ação emergencial para reativar quatro hospitais de João Pessoa: Santa Paula, João Soares, Hospital Psiquiátrico de Cruz das Armas e o Hospital 13 de Maio. Os hospitais se encontram fechados há anos por problemas judiciais. Juntos, têm capacidade aproximada de 300 novos leitos. Atualmente, os hospitais de referência para os casos suspeitos no Estado são o Clementino Fraga, Hospital Universitário Lauro Wanderley e o Pedro I, segundo a Secretaria de Saúde.

Loading...