Portal G8
Jornalismo com ética e credibilidade

Justiça mantém prisão domiciliar de vereador Naldo Cell

O Ministério Público de Conde, interpôs recurso contrário a decisão do juiz da Comarca que concedeu ao vereador Naldo do Cell a prisão domiciliar. No entanto nesta quinta-feira (5), a Justiça negou o recurso, mantendo a decisão do juiz. A informação foi confirmada ao Portal clickpb pelo advogado do vereador, César Figueiredo.

Segundo ele, além da prisão domiciliar, a defesa também luta na Justiça para que o vereador retome sua rotina na Câmara Municipal da cidade. “O Ministério Público recorreu para ele ir para o presídio mas conseguimos que ele continuasse em casa. Das três testemunhas que o acusaram duas já se retrataram, disseram que se confundiram. Nos próximos dias deve ser agendada a audiência e esperamos que ele retorne para suas atividades na Câmara”, explicou.

Segundo o advogado, o caso começou quando o vereador preso Fernando Boca Loca saiu anunciando que vários vereadores eram corruptos e que ficavam com salários de assessores, acusação que incluía o próprio Naldo do Cell. “Os assessores que o acusaram já voltaram atrás se retratando. Eles não poderiam comprovar de uma época passada em que nem trabalhavam, caso contrário seria falso testemunho”, afirmou.

Nos próximos 30 dias deve sair o prazo da audiência de instrução e julgamento.

Confira a decisão:

com ClickPB