Portal G8
Jornalismo com ética e credibilidade

Operação Contenda: PM e PC prendem 11 e desarticulam grupos suspeitos de homicídios, tráfico e posse de armas de fogo na região de Catolé do Rocha

As Polícias Militar e Civil da Paraíba realizaram, na manhã desta quinta-feira (21), a ‘Operação Contenda’, com o objetivo de cumprir mandados de prisão e de busca e apreensão em desfavor de suspeitos de assassinatos, tráfico de drogas e posse ilegal de armas de fogo no Sertão, mais especificamente nas cidades de Catolé do Rocha, São Bento e Brejo dos Santos, e também em Recife (PE). Ao todo, foram presos 11 homens e apreendidas cinco armas de fogo, munições, além de drogas e dez carros e motos roubadas. O trabalho faz parte das ações de prevenção e repressão qualificadas da Secretaria da Segurança e Defesa Social (Sesds) para enfrentamento dos crimes contra a vida no Estado.

“As investigações foram iniciadas há dois meses, com o mapeamento de quatro grupos criminosos que estavam agindo na região da 18ª Área Integrada de Segurança Pública, com sede em Catolé do Rocha. Os integrantes desses grupos vinham cometendo homicídios e latrocínios na nossa região, traficando entorpecentes e portando armas. 20 pessoas já estavam presas e agora são mais 11, que são retiradas de circulação e seguem para o Sistema Prisional. Conseguimos fazer ainda a apreensão dos veículos roubados e clonados, que os criminosos utilizavam para fins ilícitos, além de cinco armas de fogo, entre elas duas pistolas, que vão passar por confronto balístico, pois acreditamos que foram usadas para a prática de assassinatos”, explicou o delegado Sylvio Rabello, da Seccional de Polícia Civil.

O major Esaú de Lucena, comandante do 12º Batalhão de Polícia Militar, acrescentou que as duas instituições têm trabalhado de forma integrada, juntamente com Ministério Público e Judiciário, para o combate aos assassinatos e outros crimes na região. “Temos conseguido excelentes resultados, com recuperação de veículos roubados, furtados ou adulterados. Isso demonstra empenho nessa busca contínua de pacificação na região. As ações da Polícia Militar devem continuar com envio de tropas especializadas, que têm ampliado as ações de fiscalização e ocupação nos bairros apontados como mais sensíveis pela análise criminal”, afirmou.

Redução de homicídios – Neste ano, de janeiro a outubro, as ações de prevenção e repressão qualificadas das forças de segurança estaduais resultaram em uma queda de 22% no registro de crimes contra a vida no Estado. O trabalho faz parte do Programa Paraíba Unida pela Paz, que também já apreendeu mais de uma tonelada de drogas e mais de 3 mil armas de fogo no mesmo período.
Também de janeiro a outubro de 2019, um total de 4.198 operações foi realizado pelos órgãos operativos da Secretaria da Segurança e da Defesa Social, sendo 2.993 de interesse estratégico, resultando na prisão de 2.332 acusados de homicídios, ataques contra instituições financeiras, e roubos, entre outros crimes.